quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Os meus aneis.

Quem me conhece sabe que adoro anéis, pulseiras e brincos, não necessariamente por esta ordem.
Hoje encontrei este anel, não sei a marca nem o preço, muito menos onde comprar, mas esta imagem não me saiu mais da cabeça. O anel tem uma inscrição em alto relevo, e a frase nele inscrita fica gravada na pele.
Não sei se gosto ou se detesto. Adoro anéis com mensagens, daquelas que só nós sabemos e não queremos partilhar com ninguém. Gosto da marca que o sol deixa nas nossas mão quando tiramos um anel. Mas este conceito não sei se gosto, parece que nos quer marcar, como um ferro quente.
Os anéis, marcam sim e muito. Marcam momentos, selam compromissos, fazem-nos viajar muitas das vezes, mas é uma marca doce que fica na nossa memória, que nos faz sorrir ao olhar para ele. Tenho memórias e historias guardadas nos meus anéis.
Não quero um anel que me marque a pele, gosto quando um anel me marca a vida.
PS- não podia falar de anéis sem referir, que continuo muito grata a quem levantou o chão da cidade por causa de um anel meu.
É que esse era o anel da minha vida.

2 comentários:

Ana disse...

Se fosse preciso esburacávamos a cidade toda...até encontrar o teu anel. ;)

me, myself and I disse...

deduzo que querias dizer "esse È o anel da minha vida"