terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Do amor - Parte I

Gosto de começo do amor.
Gosto daquele coisa de ainda não querer admitir, de pensar o dia inteiro nele, de sentir o estômago apertado quando o vemos sem contar...
Vejo nos olhos dos apaixonados um segredo, um segredo só deles, como aquela mãe que sabe que está gravida, mas a ninguém contou. É esse brilho que o amor dá ao olhar, é esse brilho que o amor dá à vida.
No inicio há a descoberta, as descobertas, há nesses momentos pequenas frases, pequenas palavras que nos tatuam para sempre.
Gosto do começo do amor, quando os nossos olhos se procuram, quando o nosso pensamento se encontra. Gosto daquela vontade de estar 27 horas por dia juntos, porque as 24 são mesmo muito poucas...
Gosto do começo do amor, quando achamos que esse amor não vai ter fim.

8 comentários:

Sanxeri disse...

Eu gosto disso. Do inicio, da ilusão, do desejo de felicidade eterna.

É bom amar, mesmo que isso implique sofrer.

Ana C. disse...

E porque é que isso não dura para sempre? Provavelmente ficariamos loucas, definhariamos em pouco tempo. Mas que é bom é, muito bom.

Ritinha disse...

Está tudo bem por ai ou estás a tentar dizer-nos alguma coisa? Espero que esteja tudo PERFEITO!
Um beijinho

O seu tio do Algarve disse...

Lindo! Absolutamente belo.

XS disse...

JS, cheira-me que estás tristinha... Ou então apaixonada!

O que quer qe seja, deu num post bem sensível.

Beijinhos :)

JS disse...

Ritina,tudo perfeito, sempre!

Xs,não estou tristinha, apaixonada sim, sempre!

Tio,muito obrigada:)

Ana C., se durasse sempre não tinha tanto valor...

Sanxeri, sofrer mas muuuuiito pouquinho! ;)

Marquês de Sade disse...

Não poderia concordar mais! Não diria mesmo melhor!

Essa fase é mesmo A fase!

Tive uma amizade colorida ;) com uma mulher "um pouco" mais velha que eu (lá está a meu fraquinho a funcionar) que durou uma ano! Um ano inteiro nesta fase... Na fase dos olhares trocados, dos beijos roubados, de enviar uma sms e estar sempre a olhar para o telemoveol à espera da resposta... na fase em que cada vez que nos encontravamos parecia sempre a primeira...

Enfim... Esta é mesmo a melhor fase!

Bjinho

JS disse...

Marquês de Sade, estou mesmo,mas mesmo muito curiosa...