sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Ás vezes...

Estamos a trabalhar e temos de parar para dizer uma coisa muito importante.
Hoje lembrei-me que amanhã é sábado. Lembrei-me dos nossos sábados de manhã.
Pequeno almoço no "Frankenstein", compras, compras, compras e almoço no sitio do costume.
Sempre à mesma hora, nos mesmos sítios...que saudades.
Saudades, do teu carro vermelho, que não me lembro da marca nem da matricula, só me lembro de as portas nem sempre abrirem, lembro-me de andar no banco de trás e tu a conduzir. Lembro-me do pára-choques no banco de trás.
Lembro-me de saíres de casa sem casaco, para teres pretexto para comprar mais um.
Lembro-me das nossas conversas intermináveis.
Lembro-me e sei que tu também.
Amanhã é sábado. Que saudades A.M.!!!

9 comentários:

carlostgc disse...

E Eu lembro-me de a A.M. me dizer que aos sábados de manhã era passear com a J.S.

... e lembro-me bem do carro vermelho, um Pegeout 205 todo parido, cheguei a andar nele de cabeça de fora para ajudar a A.M. a chegar ao destino eheheheheeh

Bons tempos de facto!

O Marinheiroerrante :)

JS disse...

Carlos,o melhor daquele carro é que havia sempre uma porta que se conseguia abrir!!! Mas uma coisa é certa...adorava ver a nossa amiga tão bcbg a sair do seu bólide...

Ana C. disse...

Fizeste-me chorar de saudades do meu primeiro bólide. Um Renault 5 que já tinha tido 8 donos antes de mim e que entre muitas partidas, me pregou uma que nunca vou esquecer: Uma noite vinha eu tranquilamente para casa com o meu infalível (era assim que os meus amigos lhe chamavam) e ao pegar na manete das mudanças fiquei com a coisa na mão (sendo a coisa a manete)

kudas disse...

quando li este post, vi logo q falavas da minha querida prima, isso fez-me lembrar das nossas conversas no salvação já lá vão uns anos valentes...j.s. parabéns pelo blog está um espectáculo.beijokas grandes e vamos falando
kudas

Sanxeri disse...

Há coisinhas que parecem insignificantes mas que nos marcam profundamente.

Parabéns pelo texto. :)

JS disse...

KUDINHAS!!!!! Que saudades, eu nem sabia que tu sabias que eu tinha este blog....AMEI a tua visita e fica a promessa de um post sobre o Salvação...para mais tarde. ;)

JS disse...

Sanxeri, aquele carro "marcava" qualquer um!!!

Ana disse...

J.S. adorei o post!E que saudades!!! O meu "vermelhinho" era um espectáculo...ainda hoje me falam das vezes que nos viam,eu a conduzir e tu atrás, a porta da frente às tantas deixou de abrir! Lol

E as natinhas do "Frankenstein"?? De tão quentes que eram eu queimava sempre o céu da boca!!

A parte das compras tb era o máximo,quantas vezes entrava em casa sorrateiramente para não verem a quantidade de sacos que trazia. :D

O carro de manhã ficava com tanto gelo, como o ar quente não fucionava, ia trabalhar como o Carlos de cabeça de fora do vidro a dar-me as coordenadas...

Viste a Kudinhas por aqui?? Beijinhos primiminha. :*

Beijos
A.M.

Pedro Barata disse...

Recordar é viver!!! :)
Beijinhos