terça-feira, 17 de março de 2009

Saudades de um futuro.



Hoje lembrei-me de ti.

Já não me lembro todos os dias, a toda a hora. Mas hoje lembrei-me.

Gosto de me lembrar dos nossos passeios, das nossas conversas, das tua tentativas infindáveis de me colocar algum juízo na cabeça. Os nosso dias eram calmos sem correrias, vivíamos o dia a dia e nem com as notas nos preocupávamos. Conversávamos, muito e todos os dias, ou na tua mesa ou na minha.

Um dia acabou isso tudo. Quebraste a nossa rotina, nunca mais voltaste. Não devia nem podia ter sido assim, mas foi. Não fosse aquele dia, aquela estrada, aquele carro tudo teria sido diferente. Com toda a certeza os nossos filhos seriam amigos, com toda a certeza eu ensinaria fimo aos teus e tu francês às minhas. Com toda a certeza ainda tentarias colocar algum juízo na minha cabeça.

Hoje lembrei-me de ti e tive saudades de um futuro que nunca existiu.

12 comentários:

maria teresa disse...

Bela homenagem a Alguém, lembrar-se com muita ternura.
Os entes queridos existem para sempre na nossa memória, esse Alguém não partiu, está viva no seu coração.

Bruno Fehr disse...

Lembrar é uma homenagem, a melhor que podemos fazer se lembramos com carinho.

Ana C. disse...

Conheces uma música dos Trovante chamada 125 Azul, dedicada a um amigo que morreu num acidente de mota? Agora lembrei-me dela...

Jane disse...

Texto muito comovente...

Fez-me pensar numa pessoa... A Izzie:)

Eu vou fazer de tudo para que, um dia,quem sabe, 'os meus filhos sejam amigos dos filhos dela'... Porque isso será indicador de que nao nos perdemos uma da outra pelo caminho...

XS disse...

Sabes, JS, fiquei um bocadito triste com este post...

JS disse...

Maria Teresa, obrigada pelas suas palavras.

Bruno, é verdade, é sempre lembrada commuito carinho.

Ana C., eu tive para colocar essa música neste post!

Jane, espero mesmo que nunca se percam!

Xs, não fiques triste, acima tens um post para te animar!

Ana Miguel disse...

Que lindo! :)

JS disse...

Ana, se me morres eu mato-te.

Pedro Barata disse...

Adorei o post, muito bonita esta lembrança...

Tio do Algarve disse...

Também fiquei triste...Mas vou pensar num futuro alternativo, mais feliz e "posto-lho" em cima. Com carinho, claro! E se não levar a mal que "agarrre" esse tema...

Ana Miguel disse...

Vira-me essa boca para lá!!!!

Conto ficar cá até sermos velhinhas e podermos voltar a passar as tardes no passeio. :)

Elsa Pinto disse...

Simplesmente maravilhoso...
É certamente o seu anjinho da guarda!