quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A cortina invisível.

Entre eu e tu.

Entre tu e eu.

Entre nós ou entre eles.

Entre um homem e uma mulher.

Entre dois homens ou entre duas mulheres.

Entre todos ou entre alguns...

Existe por vezes uma cortina invisível que não nos deixa comunicar.

Ver e ouvir não basta.

Basta!!!

12 comentários:

maria teresa disse...

Para além do ver e ouvir há que saber escutar.

Bjs

S* disse...

Hummm... há que saber por-se na pele do outro.

Izzie disse...

Mais importante que isso é saber decifrar aquilo que o outro não consegue mostrar nem falar.

Disse disse...

Brilhante!
Mas, pergunto eu na minha ignorância, havendo um cortina invisível, não será sempre possível afastá-la com as mãos do desejo e chegar a tudo o que está do lado de lá?
Um abraço (com tudo o que isso implica).

Giga disse...

e são tantas as cortinas :-(

Ritinha disse...

Este comentário não está relacionado com o post.
JS! Que saudades! Bem que podiamos fazer mais um jantarinho se vivesses cá... Convidavamos a Ana Também e iamos ingerir calorias enquanto falavamos de coisas muito importantes... LOL! Pois, porque eu quero saber sobre as pérolas e etc. ;)
Falei com o Nelson (que falo no meu blog) este fim de semana e ele disse que tinha adorado o teu blog e por isso estava a pensar apagar o dele e começar um mais parecido com o teu. Eu pei-lhe para eu não apagar o dele, só fechar a porta e deixar os amigos chegados irem lá espreitar coisas antigas de vez em quando. parece-me mal apargar-se um "diario"... Bem, isto tudo para dizer que tens um blog todo catita! :)
Eu cá ando. Voltei ontem ao trabalho e continuo sem casa... :( Ainda sou internada por falta de casa e excesso de stress... Não estou habituada a contrariadades e por isso esta da casa ainda me mata... :)
Bem, acabei de perceber que isto parece mais um mail do que um coment e que se calhar devia ter enviado um mail, mas agora já está e estou com preguiça de fazer um copy paste e etc pot isso fica aqui. Espero que não te importes.
Um beijinho grande

Naná disse...

Isto quando não somos nós que erguemos uma cortina em torno de nós mesmos e esperamos pacientemente que alguém venha tirá-la do caminho que nos separa...

Tio do Algarve disse...

Juntamente com o martelinho para partir os vidros, vejo que às vezes dá jeito ter uma tesoura!!!

Charlotte disse...

Há que sentir!
Há que tentar pôr-se no lugar do outro!
Não será isso que quererás dizer?
Como a comunicação pode tornar-se tão complexa, por vezes...

Beijinhos JS

disse...

Às vezes todas as palavras do mundo não chegam para transmitir o que sentimos.

disse...

Às vezes todas as palavras do mundo não chegam para transmitir o que sentimos.

JS disse...

Maria Teresa, um bom ouvinte é quase sempre um bom conversador..

S*, é um principío básico, mas dificil como tudo!!!

Izzie, esse já é um nível de exceleência que poucos atingem...

Disse, claro que sim. Todas as cortinas podem ser desviadas ou retiradas, só depende da vontade das mãos que o fazem. Um abraço!

Giga, às vezes parece que nascem!!!

Ritinha!!!! Era tão bom um jantarinho outra vez.... vê lá se vens em breve para estes lados!
Gostei de saber que o Nelson veio ao meu blogue e ainda por cima gostou! Espero quenão acabe o dele,mas que faça outro!!!
Tu não stresses por causa dacasa, tem calma que tudo se resolve.
Deixa-me roubar-te a foto da Ritinha em fimo para por no outro blogue, please,please!!!
Beijinho grande!

Nána e é tão bom sentir a vontade do outro lado..

Tio do Algarve, é por isso que eu admiro a sua inteligência, percebeu perfeitamente que me inspirei no seu post. Obrigada.

Charlotte, é isso e muito mais!!! Um abraço*

Bê, ás vezes nem todas, outras vezes uma só basta...