sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Para o Rui.


Rui,

hoje entraste neste blogue e fizeste comentários com muita ternura. Conheceste a minha Avó, conheceste a minha casa, a minha vida, a minha família e foi muito bom sentir que aquilo que foi e é, muito importante para mim, também o foi para ti.

Talvez tivéssemos aprendido juntos a ler, naquela sala com paredes verdes, talvez te lembres das minhas tranças, talvez te lembres que eu era uma chorona, mimada....que vergonha!!!!

Por isso escrevo este post. Primeiro para agradecer a gentileza das tuas palavras em cada comentário e depois porque gostava mesmo de saber quem és.
Se um dia voltares a este blogue e se não for de todo um inconveniente para ti, faz-me o favor de me enviar um mail a dizer quem tu és!

A vida tem destas coisas. A blogosfera também.

3 comentários:

Rui disse...

Olá

Claro que vou voltar a este blog. Foi a primeira coisa que abri mal vim à net hoje.

Sim, lembro das tuas tranças mas não me lembro de seres chorona.

Ficaram muitas saudades da sala de jantar com aquela mesa enorme e a Srª Veiga sentada numa cadeira junto à janela sempre carinhosa a fazer-me decalcar as letras com crescente minúcia.

De ti lembro que te achava gira, das tranças e dos olhos.

Obrigado por este post. A imagem trás muitas saudades do tempo em que brincava no Largo do Apoio, no jardim junto à matriz que naquela altura ainda tinha árvores e era um jardim de verdade, das subidas às árvores, à estátua dos alcaides que agora se encontra junto à estação da CP, de tanta coisa mas principalmente do 2º andar da 1º casa da Rua de S. Francisco onde também eu morava.

Lembro que as escadas estavam divididas no segundo andar e que junto da porta que dividia este andar do resto do prédio havia um espanta espíritos de pequenos sinos que eu adorava e achava a maior piada.

Lembro da cozinha sempre com bastante luz solar e plantas, do corredor estreito até à sala, do cheiro, do ambiente...

Há coisas que parecem ter sido numa outra vida de tão mágicas e/ou diferentes que eram do que conhecemos hoje.

Vou te enviar um e-mail com uma foto e alguma informação minha da altura. Pode ser que te lembres de mim.

Beijinhos e muito obrigado por este post. ADOREI

fm disse...

O mundo às vezes é muito pequeno...e é bonito testemunhar um reencontro...

maria teresa disse...

Voltou a "casa" JS e voltou em pleno, este belo post é um exemplo disso.
Eu também voltei da minha "longa" viagem...