quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Às vezes o caminho não é o mais fácil, nem o mais seguro, nem o mais apetecível.

Mas às vezes é o caminho.

Podemos sempre hesitar, ficar na à espera que a estrada alargue, que uma outra ponte apareça do céu.

Também podemos fazer o caminho devagar, pausadamente...ou desatar a correr sem respirar até à meta.

Há um caminho, há a escolha, ou o fazemos ou não.

Mesmo correndo o risco da ponte ruir, eu quero saber o que está no fim do caminho.

Um dia somos a menina, noutro o elefante...

5 comentários:

Ritinha disse...

Este post hoje diz-me tanto...

Ana Miguel disse...

Tb a mim... :)

Cat disse...

É sempre melhor fazer o caminho do que ficar toda a vida a pensar no que estaria no fim dele

Sónia disse...

Completamente de acordo!!!!

maria teresa disse...

HMuitas vezes temos que fazer uma escolha e responsabilizarmo-nos por ela... É a VIDA!
Abracinho