sexta-feira, 4 de março de 2011

Então é assim...

Da próxima vez que eu ouvir alguém queixar-se da vidinha, do preço da gasolina, dos cortes orçamentais, da cabeleireira que cortou um pouco mais, da professora que marca muitos TPC, da publicidade do Pingo Doce, dos quilinhos que tem a mais, do tempo que perde no trânsito, do tempo que está frio, do sol que faz tão mal, eu juro que lhe dou dois tabefes. E também dou a mim se preciso for.

Porque há pessoas, minhas pessoas, que tem muito mais com que se preocupar...

Ela chama-se Isabel e Deus mais uma vez a colocou à prova. E eu tenho a certeza que Ele a escolheu, porque sabe que melhor mãe o Afonso não poderia ter.

2 comentários:

Amelie disse...

é verdade. às vezes quando me queixo de alguma coisa estúpida lembro-me que na verdade e felizmente não tenho realmente nada de que me queixar.

JS disse...

Amélie, acho que somos todos um bocadinho assim. Mas quando sabemos destas coisas repensamos muito... Beijinhos