quinta-feira, 4 de junho de 2009

Cerejas.



Hoje lembrei-me de quando era pequena e fazia brincos de cerejas.

O meu avô dizia que era uma falta de higiene.

Mas eram os brincos mais lindos que eu tinha.

14 comentários:

DIABINHOSFORA disse...

Fiz isso tantas vezes...eram tão giros!
Adoro cerejas, quando começo a comê-las é como com os amendoins, difícil parar!

Ana Serrano disse...

Olá!
Além de serem um vicio são um fruto muito bonito, gosto muito da cor e realmente fazem uns brincos lindíssimos!
Beijo

Saltos Altos Vermelhos disse...

ai que bommmm lembrar-me!!! eu fazia o mesmo!

MARIINHA disse...

É uma fruta que gosto muito. Também fazia brincos de cerejas e depois comi-as. O que não nata engorda, sempre se ouviu dizer.
Beijokas

Ritinha disse...

Eu tambem gostava tanto! Acabava por nao resitir muito tempo e as comer... LOL!

maria teresa disse...

No meu tempo de menina também os fazia (brincos) com ginjas. Nunca mais vi ginjas à venda!

Izzie disse...

Eu acho que todas as meninas fazem ou ja fizeram isto:)

Cor disse...

Gosto tanto de cerejas, grandes e escuras, nesta época não podem faltar cá em casa. Nunca deixei de fazer os brincos ,a diferença é que agora ficam menos tempo nas orelhas!

JS disse...

É para verem que também gosto de fruta...não é só doces!!!

Daniel Silva (Lobinho) disse...

a tua sensibilidade desconcerta-me

mf disse...

Pelos vistos fazíamos todas o mesmo! :D

Sónia disse...

Do que me lembro, acho que nem as deixava chegar às orelhas... lol
Adoro cerejas!!

No meu blog deixei um "prémio" para o teu
Bjs

Inês disse...

Que mania têm os adultos de estragar as brincadeiras das crianças.

Não há nada melhor do que o mundo de fantasia que criamos quando somos crianças e os adultos têm sempre de o tornar tristemente real.

JS disse...

Daniel, que exagero!!!

Mf, faziamos..agora não acham piada.

Sónia, lol lol, obrigada, tenho alguns em atraso, mas vou coloca-los todos de uma vez só.

Inês, bemvinda!Mas sabes eu adorava quando o meu avô dizia aquilo. Acho que se não dissesse não tinha tanta graça usar os brincos.