sexta-feira, 5 de junho de 2009

O que esperamos do amor...



A vida torna-nos mais exigentes. Não basta só amar é preciso provar. É preciso acender, compreender, estar presente e nunca ausente. É preciso adivinhar pensamentos, dar a mão antes de a desejarmos. É preciso nunca nos calarmos. É preciso saber esperar, dar, ficar... mesmo sem ser preciso. É preciso saber escutar sem mesmo o outro falar.

É preciso ter o que dar, caso contrário mais vale não ficar.

10 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Oh... Lindo, lindo, lindo....

Saltos Altos Vermelhos disse...

e é preciso crescer juntos!

mf disse...

E é preciso que do outro lado exista o mesmo. :)

Ana Serrano disse...

Adorei este teu post.
em poucas linhas o essencial para viver.
Bj

Giga disse...

Pra quê provas se ele arde sem se ver? :-)

é preciso sentir e vive-lo.

Pulha Garcia disse...

O amor é um edifício que se constrói de novo todos os dias.

DIABINHOSFORA disse...

Dar e receber, uma questão de justiça e de harmonia no campo dos afectos:)

maria teresa disse...

Senti uma certa "tristeza" neste texto. Mais do que uma exaltação do amor senti "queixa" das "exigências" da vida...
Deve ser impressão minha, hoje estou como o tempo "invernal"...

Tio do Algarve disse...

Bonito, mas pareceu-me triste, o final, apesar de verdadeiro...

Cumplicidades... também fazem parte desse jogo de palavras não ditas e de silêncios que se ouvem a dois.
Bom fim de semana!

Marquês de Sade disse...

O problema é que entre o que esperamos e o que recebemos vai uma distância muito grande...

Bj e bom fds