quinta-feira, 9 de julho de 2009

Explicação do post anterior.

Não tenho.
Aconteceu, não percebi bem como e só dei por ela ao ver os vossos comentários a cair no meu mail.
Parece de doidos mas é verdade. Contudo agradeço desta forma, a todos aqueles que comentaram um momento de insanidade aparente. É bom saber...
Mas pensando bem, com a qualidade que este blog anda a ficar, mais vale não escrever nada.
Este ponto final, mesmo que involuntário, parece que foi o mais "profundo" que escrevi nos últimos tempos.

6 comentários:

Ana Serrano disse...

Olá!
Foi, no mínimo original:)
E não deixes de escrever porque gosto de vir ao teu blogue. Não temos necessariamente que escrever todos os dias. Escreve só quando te apetece.
Beijo

maria teresa disse...

Não foi de modo algum o mais profundo. A JS escreve "coisas" e descreve situações de uma forma muito própria, em que põe muito de si de um modo muito translúcido. Mesmo que involuntariamente teve imensa graça e foi muito original.
Bj

Cor disse...

Só um ponto e vírgula , pode ser?
Sorriso JS :)

JS disse...

Ana, obrigada! Concordoplenamente, a escrita forçada para mim é impensável.

Maria Teresa, obrigada pelas suas palavras.

Cor, pode ser sim senhora! Um abraço*

Ritinha disse...

Queremos profundo quando andares profunda, o resto do tempo ficamos felizes por sabermos como estás e o que se passa na tua cabeça. (sempre fui muito curiosa... LOL!)
Beijinhos

Tio do Algarve disse...

Bem... A ver se temos juizo e continuamos a escrever, pode ser? Na de postos finais (só se forem três juntinhos...)
E o post não foi o mais profundo ;)
Bjs