sábado, 27 de fevereiro de 2010

Do medo e de outras coisas mais...

Aqui, no silêncio e no escuro temo a tempestade. As meninas dormem, a casa está fechada e o pátio vazio, como se me preparasse para o pior.

Nunca tive medo da tempestade. Mas hoje sinto tudo diferente. Esta calma aparente angustia-me. A chuva não chega e as noticias não param de chegar. Não sei se vem, quando vem, nem como chega. É a angustia de quem fica na beira da praia...

Tenho medo que a Francisca se assuste, tenho medo que a Leonor descubra que o vento afinal não canta.

Vou desligar o computador e deitar-me.
Espero que amanhã, o meu mundo seja exactamente igual ao de hoje. A vida como ela é.

9 comentários:

ANDARILHO disse...

Se a meteorologia prevê é porque nada acontece. Lembra-te disto, eles nunca dão uma para a caixa. Acredita que é verdade!

Olhos de Mel disse...

Andamos todos fartos deste tempo...
Sol volta

gosto do blogue;)

Saltos Altos Vermelhos disse...

hoje de tarde voava tudo!

Hyndra disse...

Tão lindo!

JS disse...

Andarilho, tens razão não acertaram no dia, mas no dia seguinte foi um vendaval! Um abraço**

Olhos de Mel, obrigada e bem vinda! Eu já não aguento mais este tempo, já sonho em andar de manga curta e sandálias!Um abraço*

SAV, podes crer, fiquei com uma persiana partida e o vizinho sem laranjeiras.. Um abraço**

Hyndra, eu estava "borradinha" de medo!!!!

mf disse...

Abençoada infância em que não temos noção do perigo... Ainda bem que correu tudo bem. :)

Ritinha disse...

Ainda bem que nao passou de uma ameaca. Quem me dera que tambem fosse assim noutros aspectos da vida...

Tio do Algarve disse...

Angústia para o serão...Acho que foi geral. Mas ainda bem que o dia seguinte o sol nos mostrava que a seguir à tempestada, vem sempre a bonança.
Bjs

António Gallobar disse...

Olá

Que belo blog aqui vim encontrar, muitos parabens, vou ficar um pouco mais a disfrutar deste espaço.

Parabens